Copa do Brasil Sub-17: Fla vence o Santos nos pênaltis e está na final – ESPORTES 360
fade
4342
post-template-default,single,single-post,postid-4342,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,flow-ver-1.4,,eltd-smooth-page-transitions,ajax,eltd-blog-installed,page-template-blog-standard,eltd-header-standard,eltd-fixed-on-scroll,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-dropdown-default,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Copa do Brasil Sub-17: Fla vence o Santos nos pênaltis e está na final

Copa do Brasil Sub-17: Fla vence o Santos nos pênaltis e está na final

Após novo empate em 1 a 1, desta vez em Nova Iguaçu (RJ), o Rubro-negro avança ao vencer a disputa de pênaltis por 4 a 2 nesta quinta-feira (22)

Assim como no jogo de ida, o equilíbrio marcou a semifinal da Copa do Brasil Sub-17 entre Flamengo-RJ e Santos-SP. No estádio Jânio Moraes, em Nova Iguaçu (RJ), as duas equipes voltaram a empatar em 1 a 1 e a vaga para a final foi definida na disputa de pênaltis. Mais eficiente nas cobranças, o Rubro-negro carioca superou o Peixe por 4 a 2 e vai disputar o título do torneio nacional com o rival Fluminense-RJ, que superou o Palmeiras-SP.

Em ritmo intenso, as duas equipes ignoraram o forte calor e protagonizaram um início de partida eletrizante. Logo aos três minutos, o Flamengo ficou perto de abrir o marcador e exigiu grande defesa do goleiro Breno. Aos sete, o Santos respondeu e carimbou o travessão em chute de Yuri. Diante do torcedor rubro-negro, o time carioca tentou pressionar. Sem encontrar espaços para infiltrar na zaga alvinegra, o mandantes passaram a arriscar de fora da área, mas pecou na pontaria.

Na etapa final, Santos retornou mais atento e, aos quatro minutos, largou na frente. Yuri Alberto apostou na jogada individual, arrancou pelo meio e finalizou com categoria para fazer 1 a 0. Após assimilar o golpe, o Flamengo reagiu e deixou tudo igual aos 20 minutos. Luis Gustavo aproveitou cobrança de escanteio e mandou para o fundo das redes, 1 a 1.

Com um jogador a mais, depois da expulsão de Brian aos 27 minutos, o Peixe passou a ter mais posse de bola e, por pouco, não marcou com Lucas Lourenço, que tirou tinta da trave aos 41. No minuto anterior, o Rubro-negro também chegou a assustar com Renier, mas a decisão da vaga foi para os pênaltis. Com 100% de aproveitamento, o time carioca levou a melhor (4 a 2) e segue em busca do título inédito.

Em sorteio realizado na sede da CBF nesta quinta-feira (22), os mandos de campo das finais já foram definidos e o Fluminense-RJ abre a decisão em casa. Confira a tabela completa, aqui!